Você sabia?
Home ][ Cultura ]

 

Índice

 

 


Casamento - Já está em vigor a Nova Tabela de Bodas

Ela veio para privilegiar o colorido das gemas e os metais preciosos. Já está sendo usada desde 1º de janeiro de 2011 pelas joalherias brasileiras.
70 pedras preciosas comemoram os anos de matrimônio. Proposta pela Ewiglich Joias, de Petrópolis, a tabela foi avaliada pelo departamento de Gemologia do IBGM (Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos) com apoio da Ajorio (Associação dos Joalheiros e Relojoeiros do Rio de Janeiro). O trabalho de pesquisa é da designer Krica Braum que contou, inclusive, com sugestões de pedras por parte dos consumidores.
Entre as alterações que mais se destacam estão as comemorações de 1 ano (de bodas de Papel para Ametista), as bodas de 10 anos (de Estanho para Esmeralda), as de 20 anos (de Porcelana para Diamante Colorido) e as bodas de 70 anos (de Vinho para Platina). Foram mantidas as mais tradicionais: Prata (25 anos), Pérola (30 anos), Rubi (40 anos) e Ouro (50 anos).
O desejo de mudança surgiu durante a 49ª FENINJER.
Veja abaixo como é a Nova Tabela de Bodas de Casamento (em vigor a partir de 01/01/2011):

[ Índice ]


Diz a sabedoria popular... Bodas de Casamento

 

1º. Ano – algodão

2º. Ano – papel

3º. Ano – couro

4º. Ano – seda

5º. Ano – madeira

6º. Ano – jacarandá

7º. Ano – latão

8º. Ano – coral

9º. Ano – opala

10º. Ano – estanho

11º. Ano – topázio

12º. Ano – ônix

13º. Ano – safira

14º. Ano – quartzo

15º. Ano – cristal

16º. Ano – turmalina

17º. Ano – âmbar

18º. Ano – ágata

19º. Ano – água marinha

20º. Ano – porcelana

21º. Ano – zircão

22º. Ano – louça

23º. Ano – marfim

24º. Ano – turquesa

25º. Ano – prata

26º. Ano – alexandrita

27º. Ano – crisoprásio

28º. Ano – hematita

29º. Ano – lã

30º. Ano – pérola

31º. Ano – nácar

32º. Ano – pinho

33º. Ano – crizo

34º. Ano – oliveira

35º. Ano – rutilo

36º. Ano – cedro

37º. Ano – aventurina

38º. Ano – carvalho

39º. Ano – mármore

40º. Ano – rubi

41º. Ano – aço

42º. Ano – linho

43º. Ano – azeviche

44º. Ano – carbonato

45º. Ano – platina

46º. Ano – alabastro

47º. Ano – jaspe

48º. Ano – granito

49º. Ano – heliotrópio

50º. Ano – ouro

51º. Ano – bronze

52º. Ano – argila

53º. Ano – antimônio

54º. Ano – níquel

55º. Ano – ametista

56º. Ano – malaquita

57º. Ano – lapis lazuli

58º. Ano – vidro

59º. Ano – cereja

60º. Ano – jade

61º. Ano – cobre

62º. Ano – telurita

63º. Ano – sândalo

64º. Ano – fabulita

65º. Ano – ferro

66º. Ano – ébano

67º. Ano – neve

68º. Ano – chumbo

69º. Ano – mercúrio

70º. Ano – vinho

75º. Ano – diamante

80º. Ano – nogueira

85º. Ano – tanzanita

90º. Ano – lírio

95º. Ano – meteorito

100º. Ano - luz

[ Índice ]


Pedras preciosas em cosméticos.

 

Parece mentira mas não é!!! As pedras preciosas também são empregadas no preparo de cosméticos para embelezar (ainda mais) o ser humano. Importantes empresas do setor já fazem uso dessas nossas “conhecidas”. Elas podem atenuar rugas, ativar a circulação cutânea, reidratar e muito mais.

Conheça algumas propriedades dos elementos nobres:

 

Ouro – revitaliza a epiderme

Diamante – esfoliante

     Fluide Diamond Gloss spécial pointes da Nivea

     Laques Designer Series, OPI – para unhas

Rubi – controla glândulas sebáceas

Safira – funciona como atenuante para peles sensíveis. Auxilia no controle de alergias, acnes e eczema.

      Masque visage Pause scintillante – beO

      GemSaphir – Gemology

Malaquita – bloqueia raios ultravioletas, protege contra a poluição

Ametista – fantástica para tratar peles ressecadas

     Jour de noces – Masque éclat – Lisa Simon

      Crème Précieuse – Bulgari

Obsidiana – remineralizante

Hematita – estimula a síntese de colágeno e ativa a circulação cutânea. Combate o envelhecimento da pele assim como olheiras.

      Source d´hématite – sérum antiâge – Gemology

       Countours des Yeux – edition limitée – Créme de la mer

 

Fonte: Revista Diamond News – Ano 10 no. 31 – diamondnews@bristar.com.brwww.diamondnews.com.br

 

[ Índice ]

 


"Cangaço" nordestino provocou fortes emoções.

Esse movimento que interferiu na vida de sete estados do Nordeste durou cerca de 40 anos e teve fim por volta de 1940.

Virgolino Ferreira da Silva, popularmente conhecido como "Lampião" é um ícone forte da região, senão do Brasil. Ele não foi o criador do movimento mas deu força ao mesmo.

Historiadores ainda estudam o movimento e a vida de seus integrantes. Sabe-se que os cangaceiros (como eram chamados) ditavam moda, eram tidos como ídolos, heróis, a ponto de conquistar as mulheres que eram capazes de fugir de casa para tentar o casamento com um deles. Esse foi o caso de Maria Bonita. Tendo conhecido Lampião na casa de sua família separou-se de seu primeiro marido e seguiu com o grupo pela caatinga.

O sonho feminino da época era a união com um cangaceiro (tidos como os homens mais bonitos). Eles usavam muitas jóias em ouro, tinham dinheiro.

A denominação (cangaceiro) veio do fato de carregarem consigo inúmeros apetrechos dependurados no corpo. Muitos deles adornados com metais brilhantes.

[ Índice ]


Copa Davis de Tênis

A Copa Davis teve seu nascimento no ano de 1883 quando duas duplas de irmãos se confrontaram, eram os norte-americanos Joseph e Clarence Clark contra os ingleses William e Ernest Renshaw. Os ingleses saíram vitoriosos.

Dezessete anos depois, em 1900, a Copa Davis foi oficialmente iniciada. Novamente ingleses contra americanos mas agora com resultado diferente, os americanos foram os vencedores.

Atualmente a Copa Davis é um torneio anual de equipes. O tenista representa seu país e são mais de cem nações. Apenas homens podem participar.

São equipes com dois a quatro atletas que disputam quatro partidas de simples e realizam um confronto de duplas. Cabe à equipe vencedora uma taça de prata pesando oito quilos.

Essa taça tem o nome de Dwight Filley Davis.

Uma réplica da taça pode ser vista no Museu do Esporte e das Olimpíadas em Colônia, Alemanha.

São várias as versões para o surgimento do "exótico" prêmio. Uma delas diz que o excêntrico estudante de direito (Dwight Filley Davis), filho de pais ricos, mandou confeccionar a peça numa joalheria inglesa. Outra versão diz que não tendo nada para oferecer na premiação aos campeões Dwight Davis teria "roubado" uma "saladeira" da casa de sua avó.

Fonte: Deustche Welle - Catrin Möderler (gh) - 09/08/2008 

[ Índice ]


A Copa do Mundo era nossa!!!

Quem não se lembra da Copa do Mundo?, “Copa Jules Rimet”, aquela que esteve nas mãos da Seleção brasileira de futebol por 3 campeonatos (1958, 1962 e 1970). A dourada deusa Vitória com lindas asas e mãos sobre a cabeça segurando um vaso em formato octogonal. Bons tempos! Sua aparência é de "taça" mas nasceu como "Coupe de Monde", nos anos 30. Foi moldada por um artesão da joalheria francesa Cristofle, Abel Lafleur. Seu valor, na época, era de 50 mil francos franceses, algo grandioso! Continha um quilo e oitocentos gramas de ouro puro. Sua base em mármore tinha a altura de trinta centímetros. Posteriormente seu nome foi mudado para "Copa Jules Rimet" como homenagem ao primeiro presidente FIFA. Estamos conjugando no passado (era, continha, tinha...) não apenas por motivo histórico (antes fosse!). Esse importante troféu mundial foi roubado da sede da CBD em 1983 e derretido "friamente" por elementos que nada sabem de cultura e valor histórico. Em 1984, após encontrar moldes da peça numa cidade alemã, uma empresa confeccionou uma réplica.

 

[ Índice ]


Cada pessoa oxida a prata de um jeito...

Pessoas que possuem um elevado teor de ácido úrico no organismo tendem a escurecer a prata mais rapidamente. As peças ficam oxidadas e precisam ser limpas com muita freqüência. Mas o uso de determinados medicamentos pode causar o mesmo fenômeno. Desta forma, a prata colabora no cuidado com nossa saúde.

[ Índice ]


Como surgiu a aliança de casamento?

Os hindus foram os primeiros a usar alianças de casamento. Essa tradição foi trazida para o ocidente por gregos e romanos. No início, a aliança era vista  como um "certificado de compra" da noiva e também como um aviso para outros homens de que ela já não estava disponível. Após o século IX, a Igreja Cristã a adotou como símbolo de fidelidade. Os antigos gregos e romanos definiram o quarto dedo da mão esquerda, como o dedo da aliança, acreditando que por ele passava uma veia que seguia diretamente para o coração. Hoje sabemos que isso não é correto.

[ Índice ]


O valor da prata e do ouro.

Houve época em que a prata era mais valorizada do que o ouro, o dobro do seu valor. Com a descoberta de novas jazidas, extraída em grande abundância, seu valor começou a cair.

[ Índice ]


O que prejudica o ouro?

O mercúrio é altamente prejudicial ao ouro, podendo dissolvê-lo. Dependendo da área de contato, a recuperação da jóia não será mais possível, portanto, cuidado com os temômetros! A água-régia (ácido nítrico + ácido clorídrico) também pode dissolver o ouro, no entanto, nenhum ácido puro é capaz de fazê-lo.

[ Índice ]


Os "deuses" metalúrgicos...

Pesquisadores e historiadores afirmam que nos pequenos grupos da era primitiva, quando os metais começavam a ser utilizados pelo homem, aquele que manipulava o fogo e o processo da fundição era visto como um semi-deus pelos demais, incapazes de entender a "magia" de dar "vida" e movimento a algo tão sólido, como o cobre ou o ouro. Era respeitado e admirado incondicionalmente.

[ Índice ]


Ingerir pérolas pode prolongar a vida...

O homem que aperfeiçoou a técnica de cultivo de pérolas, Kokichi Mikimoto, confessou, aos 94 anos, que devia seu excelente estado físico e mental às duas pérolas que tomava com água, todas as manhãs, desde os 20 anos de idade.

[ Índice ]


A sina trágica de alguns diamantes.

O famoso diamante azul
Hope, de 44,50 quilates, carrega consigo uma fama tenebrosa e bizarra. Um dos primeiros donos da pedra, o filho do banqueiro Henry Thomas Hope, perdeu sua fortuna tempos depois de adquiri-lo, precisou vendê-lo para quitar suas dívidas. Uma dançarina do Folies Bergère morreu assassinada por um amante ciumento depois de adquirir a pedra. Outra proprietária da gema, a Sra. Edward B. McLean de Washington, era tão fascinada pela pedra que não se afastava dela nem mesmo ao nadar. Contratou um segurança que a acompanhava em todos os lugares para que pudesse usar a peça. Mais tarde seu único filho morreu num acidente, teve sua família dispersada, perdeu sua fortuna e finalmente suicidou-se.

[ Índice ]


Fale com o Atelier Márcia Pompei

[ Topo ]Home ]