Home ] Up ]
Matéria publicada no Site: www.joiabr.com.br

PEIXE
QUANTO SIMBOLISMO!


Márcia Pompei(*)




Andando pelos shoppings ou bairros comerciais podemos ver nas vitrines de jóias e acessórios a presença marcante desse animal.

Visto principalmente em pingentes, ele aparece ora em chapas vazadas com formas estilizadas, ou volumosos em articulações que lembram peixes orientais ou em outros trabalhos e técnicas que reproduzem sua forma; a variação é ampla. O que não varia é o tamanho, sempre muito grande (tendência forte na Joalheria e Acessórios de adorno há tempos).

Na psicologia, a interpretação é de símbolo que personifica o conteúdo da camada profunda da personalidade, relacionado à fertilidade e energias maternas vitais. Afinal, esse ser habita o mundo da água, símbolo do inconsciente.

Em antigas religiões era visto como símbolo da fertilidade natural.

Nas civilizações mediterrâneas era o símbolo da felicidade.

Por ser um animal de sangue frio, não pode ser dominado por paixões. Por isso mesmo tornou-se alimento e elemento para sacrifícios sagrados.

Está fortemente ligado ao Cristianismo, como símbolo de Jesus Cristo. A palavra “peixe” em grego é ichthys. É interpretada como um acróstico (vocábulo com letras iniciais da frase) de: Iesoûs Christòs Theoû Hyiòs Soter cujo significado é: Jesus Cristo Filho de Deus Salvador. Mas há vários outros argumentos para a associação ao Cristianismo. Outro deles está na pia batismal (antigamente um lago, viveiro de peixes) e na comparação dos apóstolos como “pescadores de homens”. Há ainda a sagrada refeição, com pão e peixes.

Durante o Dilúvio os peixes não foram alvo da maldição divina.

Nos primeiros anos do Cristianismo quando os imperadores romanos proibiam a adoração de Jesus os devotos se identificavam tendo a figura de um peixe pintada na palma das mãos.

Ao analisar o relacionamento entre Jesus e Maria podemos ver a coincidência da relação entre o signo de Peixes com seu oposto: Virgem. Jesus é o peixe. Maria é a virgem. O nome Maria vem do sânscrito maya, significando “o mar”. O hebraico mayam significa “água” (origem não só da palavra Maria mas talvez também da raça humana). Do mar vem o peixe. De Maria nasceu Jesus.

No antigo Egito era proibido como alimento aos altos sacerdotes. Por habitarem as profundezas causavam inquietação e estavam associados a forças negativas.

Na China o peixe é um símbolo tradicional de felicidade e abundância. Alguns deles têm “atributos” bastante específicos como por exemplo a carpa que é símbolo de coragem, resistência e perseverança.Um dos símbolos do zodíaco, Peixes abrange o período entre 20 de fevereiro a 20 de março. Signo da água, regido por Júpiter (alguns astrólogos indicam Netuno). Signo do Infinito e do Eu.

Está ligado às extremidades do corpo humano, em especial aos pés.

Jesus Cristo introduziu o que chamamos Era de Peixes. Um dos maiores ciclos evolutivos da humanidade é conhecido como o “Grande Ano”, são 26.000 anos que estão divididos em doze épocas (Eras) de 2.160 anos cada. A Era de Peixes vai do ano 1 até 2160. A próxima era será a de Aquário.

A Era anterior a Peixes foi Áries, onde o homem descobriu o contato com seu ego individual. Em Peixes surge o desejo de unir o Eu com algo maior, através do espiritualismo, do misticismo. A Era de Peixes é o símbolo da purgação, é quando deve haver a purificação para deixar livre toda a energia, possibilitando novos caminhos e decisões.

A próxima era, a de Aquário, pede que a humanidade enxergue o Messias em si, em cada um. Quando o homem utiliza os poderes do Salvador, contido em seu interior, ele pode iluminar seu próximo até o momento em que toda a raça humana esteja iluminada, como deve ser.

Estamos num período de transição entre duas eras. Peixes está encerrando o período com muitas tragédias em sua memória. E parece que o homem ainda não aprendeu a lição. O desrespeito não está apenas para o próximo (o chamado inimigo segundo várias nações) mas também ao planeta que vive uma época de poluição, descaso e irresponsabilidade como nunca se viu.

Tomara que os homens de Aquário possam aprender com esses sofrimentos e colocar em prática a irmandade e HUMANIDADE. Sem prender-se a seitas, crenças ou religiões, mas sim disseminando Amor, Compreensão e Respeito pela Vida.

Bibliografia

Dicionário Ilustrado de Símbolos
Hans Biedermann - Editora Melhoramento

Dicionário de Magia e Esoterismo
Nevill Drury - Editora Pensamento

O Simbolismo Astrológico
Oswald Wirth - Editora Nova Fronteira

Astrologia: Evolução e Revolução
Alan Oken - Editora Nova Fronteira


[ Índice ]

(*) Márcia Pompei - Designer de jóias e professora de joalheria e especializações
no Atelier Márcia Pompei
[ Topo da página ] [ VoltarHome ]