Home ] Up ]

Matéria publicada no Site: www.joiabr.com.br


FINAL DE ANO
VAMOS BRINDAR E COMEMORAR COM PRECIOSIDADES


Márcia Pompei(*)




Chegam as festas, e nesses momentos de confraternização abusamos de todas as delícias que atraem nosso paladar. Nessa época tão apropriada vamos conhecer formas inusitadas de empregar elementos nobres na culinária.

foto: reproduçãoNa Idade Média, o ouro era usado no preparo de alguns alimentos para os membros da elite. Registros mostram que patês e aves assadas eram embrulhados em folhas de ouro.

O Ouro é o metal associado ao "Sol". Representa também a luz interior. É o metal supremo na Espiritualidade.

Acreditava-se que a ingestão de ouro propiciaria a elevação espiritual. Crença cara não?

Nos dias de hoje ainda vemos resquícios desses tempos. O ouro pode ser encontrado nos objetos que decoram e servem a mesa como talheres e travessas ou mesmo sob a forma de finas folhas que adornam verdadeiras esculturas de chocolate e outros doces elaborados. Também enfeitam requintados pratos salgados além de "enriquecer" o sabor de bebidas alcoólicas como os Licores.

Nem os orientais escaparam dessa influência: o Saquê, bebida típica japonesa, pode ser encontrado com folhas de ouro depositadas no fundo da garrafa.

foto: reproduçãoO ouro é um ingrediente aceitável em alimentos e bebidas. Não existem restrições quanto ao seu uso. Presume-se que seja aplicado em pequenas quantidades. Pode complementar as massas e decorações de bolos, colorindo ou agregando sabor.

Alguns alimentos e temperos, como por exemplo a cebola, contém ouro em sua composição química.

Mas não é só o ouro que brilha nas mesas. Vamos conhecer algumas outras crenças e costumes que envolvem Elementos Preciosos e Gula.

Há um costume nos Estados Unidos que acontece exatamente no Reveillon, em que as pessoas consomem repolho previamente cozido com um pedaço de prata. Essa prática assegura abundância de dinheiro e alimento no próximo ano.

Além dos Metais também os Cristais e Pedras Preciosas podem auxiliar na alimentação fornecendo energias e vibrações que estejam em desequilíbrio. Lembre-se de que não é aconselhável aquecer as pedras com os alimentos pois algumas podem liberar substâncias químicas durante esse processo além de sofrerem alterações em sua cor. O que sugerem alguns esotéricos é que a cozinheira, durante o processo de preparo dos alimentos, utilize peças adornadas com as gemas indicadas ou que distribua pedras ao redor do ambiente de trabalho ou ainda as espalhe pela mesa principal entre os convidados.

A Pérola, por exemplo, é uma gema orgânica que teme produtos químicos e calor, aquecê-la causaria sua morte. O homem responsável pelo aperfeiçoamento da técnica do cultivo de pérolas, Kokichi Mikimoto, confessou aos 94 anos de idade que devia seu excelente estado físico e mental à ingestão de duas pérolas que tomava com água todas as manhãs desde os 20 anos de idade. Acredite se quiser...

Vamos conhecer um pouco do que Berenice de Lara, psicóloga, ensina em seu livro "A Cozinha dos Alquimistas" a respeito dos cristais:

1) Para relacionamentos difíceis, dificuldades em dizer "não": vale a pena experimentar o poder de pedras como a Malaquita, Olho-de-tigre, Cornalina, Opala ou Pirita.
2) Para quem quer emagrecer: Ametista, Apatita, Coral, Pedra-da-lua, Peridoto, Topázio.
3) Rejuvenescimento: Abalone, Amazonita, Âmbar, Jaspe, Quartzo Rosa.
4) Para dificuldades de aprendizado e falta de memória: Cianita, Cornalina, Esmeralda, Safira, Turmalina Negra.
5) Para despertar a sensualidade, afrodisíaco: Turquesa, Hidenita, Granada, Kunzita, Mica.
6) Para evitar depressões e estimular a alegria de viver: Calcedônia, Crisocola, Quartzo Fumê, Rubi.
7) Para "limpar" o ambiente, pode ser a cozinha antes do preparo dos alimentos ou mesmo uma casa nova, afastar energias negativas: Turmalina Negra, Obsidiana.
8) Para eliminar o sentimento de "falta", propiciar sorte o oportunidades: Hidenita, Olho-de-gato, Pirita, Topázio.
9) Harmonia, consenso: Água Marinha, Abalone, Jade.
10) Abre o coração para o amor, eleva a auto-estima: Aventurina, Berilo, Crisoprásio, Olho-de-falcão, Rodonita, Sodalita.
11) Limpeza de carmas familiares, doenças, brigas: Ametista, Peridoto, Quartzo Rosa, Quartzo Rutilado.

Essas são apenas algumas informações, pois o assunto é amplo e complexo.

A mesma autora sugere alguns componentes para uma "deliciosa" Ceia de Natal Cor-de-Rosa. Vale lembrar que a cor Rosa esteve em todas as vitrines de jóias em 2004 e parece que ainda vai permanecer por um bom tempo. Logo, a sugestão combina muito bem com a Moda e com as vibrações da cor, que pode ser encontrada em pedras como o Quartzo Rosa, a Rodocrosita, Turmalina Rosa, Coral ou Pérola rosada.

Vamos nos lembrar de que a Ceia de Natal e o Reveillon não devem ser apenas momentos breves e raros em que usamos alimentos e bebidas para saudar um novo tempo. Somos NÓS quem temos que fazer esse novo tempo, tão saudável e rico quanto nossos pratos. Que seu Natal e Novo Ano sejam tão radiantes que possam iluminar todos os inúmeros dias que se seguirão a eles!

Bibliografia:

The Concise Larousse Gastronomique
The World’s Greatest Cookery Encyclopedia

Dicionário de Magia e Esoterismo
Nevill Drury - Editora Pensamento

A Cozinha dos Alquimistas
Berenice de Lara - Editora Pensamento

Enciclopédia de Wicca na Cozinha
Scott Cunningham - Editora Gaia


[ Índice ]

(*) Márcia Pompei - Designer de jóias e professora de joalheria e especializações
no Atelier Márcia Pompei
[ Topo da página ][ Voltar ]Home ]