Notícias - Feninjer
Home ][ Exposições Atelier ][ Notícias ]

 

Impressões sobre a 49a. FENINJER

De 01 a 04 de agosto de 2009 com sede em São Paulo – capital.

Local: Transamérica Expo Center.

Tema: A Natureza inspira a arte

 

As palestras do evento:

  • “ InovAção”, por Marcos Budette – 01/08 – 9h30min.
  • “ Design de jóias 2010”, por Vera Lopes – 01/08 – 17h.
  • “ Gestão de Talentos”, por César Rebello – 02/08 – 9h30min.
  • “ Construa relacionamentos através da venda de alianças”, por Fernando Cortés – 02/08 – 17h.
  • “ Como as novelas influenciam na moda”, por Marília Carneiro – 03/08 – 9h30min.
  • “ Relógios: Tendências 2009/2010”, por Alex Gordon Lee e Laurent Tavares – 03/08 – 17h.
  • “ Preview Design de Joias 2010”, por Regina Machado – 04/08 – 9h30min.
  • “ Empreendedor Individual, o que é isso?”, por Julio César Durante – 04/08 – 10h30min.

 

 

 

Foi possível sentir novamente (assim como na 48ª. FENINJER) o peso da crise financeira. Pouquíssimas gemas (comparado às edições anteriores). O metal impera absoluto, salvo poucas exceções.

 

Continuam:

Borboletas, flores, laços.

Nas gemas: violetas e rosados.


Foto: divulgação – Guilherme Duque

Pra notar e anotar...

  • Textura no ouro, as mais diversas: fosqueado, riscado, martelado, diamantado, pra usar e abusar sem medo de errar.
  • Deformações generalizadas, em cintas, chapas, formas. Ondas sinuosas capturam a atenção da consumidora gerando um clima sensual, atraente. Extremamente inteligente..... falta cor, faltam gemas, vamos descobrir outras “armas”... Parabéns aos designers.


Foto: divulgação – Maeve Metais

Foto: divulgação – De L’amour

Foto: divulgação – Bazel Preziose

 

  • Nada de exagero, seja em correntes, brincos ou até mesmo os anéis (que estiveram pra lá de exagerados em edições anteriores). Os tamanhos começam a encolher.
  • Além da redução na quantidade de gemas importante lembrar a importância do peso do metal. Peças mais leves, porém não menos atraentes, puderam ser vistas na coleção “Sphere” da Benne Fatto e na Martinelli.

Foto: Divulgação – Martinelli
  • Impressionante a variedade de relógios, para todos os gostos, estilos, ocasiões e bolsos. Esse segmento começa a se destacar com o mesmo brilho de joias especiais.
  • Peças místicas e religiosas não poderiam faltar, ainda mais num país com a nossa cultura. A Gênesis há tempos se destaca com coleções que seguem essa linha. Outras empresas “pegam carona” nesse filão e não deixam de apresentar (pelo menos) algumas peças de cunho religioso. Nem todos conseguem inovar e surpreender. A Gênesis traz o “Olho que tudo vê” além do “Espírito Santo”, anjos e “Nossa Senhora”. A Mirandouro traz peças interessantes trabalhadas nos temas: “Divina África” e “Lendas do Nilo”.

Foto: Divulgação – Gênesis
  • Pensei que a pérola fosse aparecer mais nas vitrines, no entanto não pareceu fazer o sucesso que a moda alardeava. Destaque para uma aplicação interessante nos colares e brincos da Denoir (onde às vezes dá lugar para esferas facetadas de gemas claras).

Foto:Divulgação -Goldesign
  • As flores podem ser consideradas estrelas da temporada. Clássicas, estilizadas, irreais ou fiéis à natureza, puderam ser vistas na maioria das vitrines. Em metal, gemas ou pérolas. Destaque para peças da Art’Lev; H. Fly;  coleção “Art Nouveau” da Manoel Bernardes e peças com “pétalas em pérolas” da Goldesign. Aliás flores não faltam na Goldesign que trouxe a coleção “Les Jardins”.
     
    Foto: Divulgação – H.Fly

    Foto: Divulgação – Manoel Bernardes

    Foto:Divulgação Goldesign
  • Cores para gemas nessa temporada: azuis, verdes, tons amarelados passando pelos alaranjados e marrons. Um pouco de violeta e rosa.

 

   
Foto:Divulgação -Goldesign

Divulgação - Forum Romano by Dirce Zamora
  •  O elegante casamento do preto e branco pode ser visto em diversas vitrines. Destaque para peças da Forum Romano.
  • Depois da madeira quem vem lá? Será que é o chifre? Bem, chamou a atenção na vitrine da Alvorada, mesclado com madrepérola, é para prestar atenção!

 

Estrelas........

Deixou todo mundo de boca aberta a vitrine da Manoel Bernardes. Chapas metálicas cortadas com extrema precisão, criando efeitos inesperados em jóias. Cintas deformadas com leveza e harmonia. Destaque para a fantástica coleção “Puzzle”.

 

E a prata?

Mais uma vez a Lugre trouxe peças interessantes em prata. Explorando as ágatas em diversas cores apresentou também a madrepérola coberta por cristal de rocha facetado, um efeito bonito.

 


Foto: Divulgação – Lugre

 

Diferente!

  • A Guilherme Duque normalmente traz peças que extrapolam aquilo que se espera no contexto do setor, seja nos aspectos moda ou adequação financeira. Dessa vez pudemos ver o ouro cognaque, praticamente inexistente em todos os outros stands.
  • Prestem atenção na Alvorada. Extremo bom gosto no uso de ágatas (pedra tão bela, “barata” e abundante no Brasil).
  • Inesperada a “mistura” do negro com o verde bandeira nas peças da De L’amour.

 

Curtas...

  • Ouro amarelo 80.
  • Ouro branco 15%.
  • Outras cores de ouro 5%.
  • Em baixa: cultura indiana, anelões.
  • Em alta: clean, movimento.
  • Lindos verdes despontando.

 

Uma pena a dificuldade em conseguir material para divulgação, imagens, releases, press kit. Um evento de tal porte poderia ser melhor explorado pelas empresas.

 

Espero ter ajudado! Até a próxima, em fevereiro de 2010.

 

Márcia Pompei – 07/08/2009.

 

Atenção: se você quiser utilizar esse texto (parcial ou totalmente) nós o autorizamos desde que nos sejam dados os devidos créditos. Queira anotar no final da matéria: nome da autora (Márcia Pompei) e site de origem (www.joia-e-arte.com.br). É um prazer poder compartilhar informações que enriqueçam o conhecimento de todos e eleve o nível da Joalheria brasileira.

 

Compare:

Impressões sobre a 48ª Feninjer

Impressões sobre a 47ª Feninjer

 

Conheça a origem da FENINJER

estras continuaram, sempre muito interessantes.


Entre em contato com o Atelier Márcia Pompei

[ Topo ]Home ]