Notícias - 47ª Feninjer
Home ][ Exposições Atelier ][ Notícias ]

Impressões sobre a 47a. FENINJER - 05/08/2008

 

Mais uma vez São Paulo sediou a maior feira de joalheria da América Latina – no Transamérica Expo Center entre os dias 02 a 05 de agosto.

Contou com a promoção do IBGM (Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos) e o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Um dos principais objetivos foi a oferta de produtos para as vendas de Natal, responsáveis por 25% do faturamento de jóias no Brasil.

 

As palestras continuaram, sempre muito interessantes.

  • “A jóia como celebração”, com Cidda Siqueira.
  • “Preview 2009: Jóias e Vitrines”, com Regina Machado e Patrícia Rodrigues.
  • “Relógios: Tendências e Estratégias Mercadológicas”, com Alex Gordon Lee e Laurent Tavares.
  • “A Gestão das marcas na era do Consumo emocional”, com Edson D’Aguano.

 

Vale comentar (com pesar!!!) que continua difícil (e muitas vezes constrangedor) o ingresso ao evento. Para designers, imprensa e até mesmo clientes em potencial. Vi casos e situações na área da recepção que não deveriam acontecer num evento de tal proporção e importância.

 

Uma agradável surpresa ver maior quantidade de peças em prata. A Blink com uma oxidação diferente e “forte”; a DeBlanc com peças de prata banhadas a ouro; as jóias arrojadas de Guida Pels da Tustare com madeira e prata, drusa bruta entre outros; as bem humoradas peças da Art´Lev, tanto na linha infantil com detalhes em resina colorida quanto na linha para profissões e as maleáveis da Gabriel Valadares

 

 

 

Muitas borboletas, folhas, flores, laços, “bichinhos”.

As borboletas “voam” em quase todas as vitrines: Fórum Romano; Art´Lev; Gênesis; Guindani; De L´amour; Costantini; DRW; Ivo Katz; Nomination; Vancox; Cida Santos. Vale indicar a leitura da coluna sobre esse tema no portal JoiaBR, edição de julho de 2008, “Canal Esotérico”.


Design Guida Pels by Tustare


Forum Romano by Dirce Zamora
Folhas variadas, de todos os tipos, cores, tamanhos e formatos, em metal e também gemas: Art´G; Danielle Metais; Silvânia Jóias; Griebler; Ivo Katz; Ícaro. Destaque especial para as delicadas folhinhas da coleção “Niwa” de Manoel Bernardes.
Art'G

Manoel Bernardes

As Flores transformaram a Feninjer num ensaio de primavera. Puderam ser vistas em metal puro ou mesmo com gemas, em cores diversas ou mesmo na chique combinação preto e branco. Estavam nas vitrines De L´amour; Brüner; Goldesign; Márcia Rocha; Clarté; Arrigoni; Costantini; DRW; Hästi; Cida Santos; Nomination; Guilherme Duque; Vancox; FR Hueb; Manoel Bernardes. Destaque para as exóticas e “gigantes” da Mirandouro e as coloridas da Laura Hueb, com gemas coradas e diamantes negros em ródio negro.

 
Brüner

FR Hueb

Goldesign

 

Os Laços (dica: dê uma olhada na coluna “Canal Esotérico” de agosto no portal JoiaBR) também marcaram presença. Românticos ou modernos eles estiveram em vitrines como W.Lavian; Globo Jóias; Veredas GADA e Guilherme Duque.

Os mais variados “Bichinhos” estiveram entre ouro e pedras preciosas. Joaninhas na Goldesign; gatos, tartarugas e joaninhas nos berloques da Costantini; aranhas, sapos e lagartixas na Márcia Rocha; tartaruga na Nomination; aves na Cida Santos e a simpática lagartixa da Art Lev sobre placa de pedra azul redonda.


Art'Lev

Pra anotar...

  • Preste atenção aos “torcidos” com um toque orgânico, eles estão inovando e impressionando. Diversas peças, normalmente em metal, com ou sem textura, principalmente em ouro amarelo. Destaque para anel da Domani; peças da Basel - Preziose; anel impressionante da Guindani; fios torcidos da De L´amour; anéis da Art´G; brincos da Clarté; peças da Hästi; fitas torcidas da Mantovani e da CR Brüner. Quero chamar a atenção para as cintas torcidas da Cida Santos, em brincos e anéis com um impacto visual bastante “divertido”. 

 

 

  • É cada vez maior a preocupação das empresas com o consumidor masculino. Aumenta aos poucos o número de peças para os rapazes nas vitrines. Para a designer e professora Maura Dias, do Atelier Márcia Pompei, isso não é novidade. Há tempos ela pesquisa esse filão que espera ansioso por maior variedade de jóias. Em sua coluna no Portal JoiaBR, “Mundo Masculino”, ela vem abordando temas referentes. Destaque para a mística coleção Forum Homem da Forum Romano e a coleção Sscratch em aço da Lancaster Italy, explorando o tema “Golfe”. Isso tudo sem falar nos irresistíveis e diversos relógios de pulso.

 

 

  • Outro precioso filão, o mundo Country, volta à cena com peças alegres de Simone Zamora, da Forum Romano.

Simone Zamora


Domanni

Forum Romano by Dirce Zamora

Simone Zamora
  • O Dente (ou Chifre) foi uma figura que me chamou a atenção. Inesperada sua aparição de forma tão “preciosa” na Nomination. Grandes em algumas vitrines. Também pôde ser visto nos tradicionais berloques da Silvânia Jóias e Griebler.
  • As gemas começam a tomar as tonalidades do verde. Ainda são muito vistas as rosadas, violetas e brancas (opacas). O preto parece vir com tudo. Pôde ser visto na Domani; Art Lev e Griebler entre outras. Destaque para as peças da Forum Romano nas coleções “Noturna”, “Audaz” e “Forum Homem”.
   
Goldesign

Forum Romano by Dirce Zamora
  • No item lapidação pode ser destacado o cabochão com “gomos”, como em peças da Costantini.
  • Os grandes aros em pulseiras e colares já não despontam como na edição anterior. Os elos começam a diminuir. Em algumas vitrines eles vêm “corroídos”, numa versão inovadora e orgânica. Na GoldBacker podem ser vistos em técnica de Filigrana, bastante interessante. Na Novara com inúmeras bolinhas (lembrando granulação).
   
Gold Backer

Novara

 

  • Muito interessante e criativo o tema da coleção da Goldesign, “Caderno de Viagem”. Muitas peças em pedras coradas, verdes e azuis, também presentes o cereja, violeta e branco. Saint Tropez; Cannes; Mônaco; Toulon; Capri e Ibiza são algumas das localidades por onde as jóias viajam.

 

 

  • Muitas peças em estilo Art Nouveau e Deco sem economia de gemas. Pra olhar: Goldesign; Fiamma; FR Hueb e Forum Romano.
  • Diversos couros coloridos foram apresentados na Byzance. As cores estão fortes.
  •  A Lancaster Italy traz um processo de coloração em metais denominado “IP”. Lembra esmaltação, porém envolve eletricidade. No stand da empresa peças em aço e prata decorados com esse processo.
  •  A criatividade da Gabriel Valadares com suas peças maleáveis montadas com módulos “simples” mostra que não é preciso muito para produzir com bom gosto. Parabéns!
  •  Algo diferente: Jóias de Cabelo. Muito graciosos os pentes da De L´Amour, em ouro branco e diamantes. Lindos também os adornos da Goldesign com pedras coradas.

Goldesign

Goldesign
  •  Chamou a atenção o surgimento de uma nova textura, o trançado de palha, como aquelas saudosas cadeiras de treliça. Destaque para o bom gosto nas peças da Mirandouro em anéis Chevaliers, com ou sem pedra e brincos. Também atraentes os anéis da Vancox.
  •  Preocupação com o consumidor pode contar muitos pontos. Muito adequado o cuidado da designer Guida Pels da Tustare com a orelha feminina. Segundo pesquisa dela muitas consumidoras reclamavam que alguns brincos tinham a base pequena deixando à mostra um pequeno “rasgo” causado pelo uso de brincos pesados ao longo dos anos. A designer produziu brincos com a base maior, tampando essa “imperfeição” e atendendo a solicitação da consumidora.

 

Deu água na boca a coleção de frutas da Guilherme Duque. Uvas, cerejas, laranjas, em pavê de pedras coloridas ou só metal. Elas apareceram em pingentes para o colo e pulseiras.

 

A Costantini trabalhou um dos temas propostos no 3o. Concurso do Atelier Márcia Pompei, “100 Anos da Imigração Japonesa”. Coral e pérolas compõem as peças. Para ver que nossos alunos estão “antenados” ao mercado, a designer Iêda Serati apresentou uma boneca japonesa como pingente no concurso, a Costantini também apresentou pingentes com essa figura. Boa sintonia não!

 

Releitura em alta: no coração da Mirandouro que está ultra-moderno; nas imagens religiosas da Byzance com anjos e santos pra lá de fashion; na jóias de profissão da Art´Lev muito distantes do tradicional. Destaque para o anel de advogada com uma grande pedra translúcida onde se pode ler no interior a palavra “Direito” cravejada de rubis e os bem humorados pingentes de prata em forma de plaquinha com elementos referentes à profissão.

 

Simpática a campanha “Jóia – Eu uso” lançada no último SPFW (São Paulo Fashion Week) e reforçada na Feninjer. Botons foram distribuídos aos visitantes.

 

A Estrela da Festa: pulseira larga de couro colorido vazado com detalhes em ouro da Cida Santos. Uma pessoa que “desfilava” pelas ruas da Feninjer com uma delas chamou a atenção de todos.

 

Curtas...

  • O ouro branco continua em baixa.
  • Por outro lado o ouro rosê continua conquistando espaço. Ele perdeu a timidez de vez e pôde ser visto em muitas vitrines. Sem dúvida houve um aumento considerável em relação à última feira.
  • Pudemos ver peças em “simples” chapas recortadas num efeito limpo e atrativo. Sem perder o glamour da jóia agregam ainda o baixo peso (sinônimo de preço mais acessível!!!). Destaque para peças da Nuova, Ivo Katz e DRW.
  • Os anelões de pedra não são mais tão “anelões”... estão diminuindo.
  • Os brincos parecem estar saindo da era “salada de frutas”. O Chandelier começa a despontar novamente, ainda tímido.
  • O aro “Gucci” está renascendo. Pôde ser visto em metal ou mesmo lapidado em gemas coradas (interessante!).

Gold Backer

 

 

É isso! Até a próxima.

 

Márcia Pompei – 06/08/2008.

 

Atenção: se você quiser utilizar esse texto (parcial ou totalmente) nós o autorizamos desde que nos sejam dados os devidos créditos. Queira anotar no final da matéria: Nome da autora (Márcia Pompei) e site de origem (www.joia-e-arte.com.br). É um prazer poder compartilhar informações que enriqueçam o conhecimento de todos e eleve o nível da Joalheria brasileira.

 

Conheça a origem da FENINJER

 


Entre em contato com o Atelier Márcia Pompei

[ Topo ]Home ]